by Robert Clifford on novembro 29, 2020

Estratégia Pivot points: O que é e como calcular

Dominar as principais estratégias de negociação é um ótimo ponto de partida. Você ainda está se perguntando por que usar os Pontos Pivot em sua prática de negociação? O aspecto principal da negociação é ter habilidades analíticas. Sem uma boa análise técnica e fundamental, é impossível entender como os preços de mercado se movem e quais são as intenções dos compradores e vendedores. Entender como as principais ferramentas funcionam e o que podem nos informar é de extrema importância para obter sucesso no universo dos negócios. Hoje vamos falar sobre o que são Pivot Points e como estes podem melhorar o desempenho com a análise e indicadores de investimento para negociação de CFD Forex ou até mesmo criptomoeda.

O que são pivot points camarilla

Pivot aponta no suporte matemático o que trata a massa, o mínimo e o preço do período anterior. É assim que posso determinar o futuro do suporte e da resistência. Trata-se de uma estratégia importante na negociação de opções binárias, como sua previsão de movimento de preços e obtenção de grandes lucros. Os traders utilizam esses pontos técnicos para determinar os níveis de suporte e resistência e o movimento direcional do preço. Os pontos de pivô são importantes porque vários tipos de estratégias de negociação podem ser implantados neles. As técnicas de mercado utilizadas por profissionais têm uma eficácia extraordinária, principalmente quando se baseiam em dados de indicadores de negociação como Pivot Points. O mercado financeiro é baseado na previsão do progresso futuro do mercado.

Usando Pivot Points, os traders podem adivinhar facilmente a tendência de alta ou de baixa antes de negociar diversos tipos de ativos. Graças às inúmeras operações de mercado fechadas com sucesso para indicações de Pivot Points, milhões de traders em todo o mundo optaram por incluir este indicador entre seus favoritos durante a fase de negociação. Os resultados falam por este indicador, e nada mais concreto do que os resultados para decidir qual estratégia usar durante a fase de investimento. Os Pivot points são um método bastante importante de análise técnica para ser capaz de determinar da maneira mais confiável (ou, pelo menos, espero que sim!) O nível de suporte e resistência.

Este é um método comumente utilizado por traders, que através deste uso são capazes de formar faixas de preços potenciais sobre as quais orientar suas negociações diárias ou, para alguns, tentar confirmar os chamados saia. Muitos traders baseiam sua estratégia de negociação em pontos de pivô. Negociar em ativos e mercados financeiros é um assunto sério. Você não pode se apresentar em uma plataforma de negociação sem saber qual abordagem pretende usar. Bem antes de apertar o botão verde com a palavra “comprar” ou o vermelho com a palavra “vender”, você deve ter uma ideia clara de como o mercado vai se mover: para cima ou para baixo.

A utilidade dos pivot points

Os Pivot Points são níveis de preços obtidos graças à aplicação de análises técnicas e fórmulas matemáticas simples, úteis para identificar os apoios e resistências de uma sessão e válidos também para as seguintes. São níveis horizontais em um gráfico de negociação calculados usando uma fórmula puramente matemática e válidos para toda a sessão ou dia atual. O cálculo do ponto de pivô padrão ou clássico concentra-se no preço do dia anterior ou mesmo até 3 dias antes, embora também haja outros cálculos mais complexos. O fato é, os pivot points são elementos indispensáveis ​​para a negociação intradiária porque permitem que o negociador tenha uma visão clara dos movimentos de preços no mercado no muito curto prazo.

Aqui, vou lhe dizer como calcular os pontos de pivô por métodos:

  • Padrão;
  • Fibonacci;
  • Camarilha;
  • Woodies;
  • DeMark’s.

Graças ao seu comportamento como suportes e resistências, as flutuações de preços tornam-se muito mais fáceis de interpretar. Qualquer um que se iluda pensando ser capaz de negociar sem a ajuda de tais ferramentas não é um comerciante, mas apenas um jogador. O nome desses pontos estão relacionados a rotação porque o ponto de que estamos falando é onde ocorre uma mudança na tendência do mercado. Existem 7 pontos de pivô clássicos e são classificados da seguinte forma:

  1. Ponto pivô, também chamado de ponto médio ou PP, que é o nível central do 7, o mediano.
  2. Resistência 1 ou R1 que é a primeira resistência posicionada acima do pivô.
  3. Suporte 1 ou S1 que é o primeiro suporte posicionado abaixo do pivô.
  4. Resistor 2 ou R2, que é o segundo resistor posicionado acima do pivô e R1.
  5. Suporte 2 ou S2 que é o segundo suporte posicionado abaixo do pivô e S1.
  6. Resistor 3 ou R3, que é o terceiro resistor posicionado acima do ponto de pivô, R1 e R2.
  7. Suporte 3 ou S3 que é o terceiro suporte posicionado abaixo do ponto de pivô, S1 e S2.

Como calcular os pivot points

Graças a cálculos simples, os Pivot Points são capazes de identificar facilmente os pontos de rotação. Os cálculos dizem respeito ao monitoramento de indicadores clássicos de preços:

  • Máximo;
  • Mínimo;
  • Nível de abertura;
  • Nível de fechamento.

Com esses 4 dados, muito mais pode ser entendido sobre a tendência do mercado. Os analistas derivam dos cálculos todos os possíveis pontos cruciais do mercado em torno dos quais novos níveis de suporte e resistência podem se formar. Os pontos em questão são os pivot points. Esses pontos especiais e eficazes podem ser usados ​​diariamente para suas próprias operações de investimento. Agora não há mais ninguém que possa questionar sua eficácia e precisão na interpretação do que está acontecendo no mercado. Com a ajuda de alguns cálculos simples e do acompanhamento de indicadores de preços tradicionais (máximo, mínimo, abertura e fecho dos dias anteriores), é possível obter vários pontos que podem ajudar a identificar os níveis de suporte e resistência. Bem, tais pontos são precisamente os chamados “Níveis de pivô”, e eles podem se tornar seus aliados importantes.

Basta calcular o que aconteceu no dia anterior para entender o que acontecerá no dia seguinte. Já a partir desses poucos elementos, você deve ter entendido bem como durante cada pregão no mercado, para usar os pivôs para seus objetivos será suficiente acompanhar o preço de abertura, o máximo e o mínimo da sessão, do fechamento. Precisamente esta simplicidade de cálculo, juntamente com a natureza preditiva dos pontos de pivô, tem sido uma das principais razões pelas quais a análise com pontos de pivô ganhou tanta popularidade: os comerciantes podem, na verdade, simplesmente usar as informações relativas ao dia anterior para poder calcular os potenciais. pontos de viragem para o dia atual, ou seja, para o dia em que pretende negociar.

Cálculo padrão pivot points

O ponto de pivô padrão é calculado com base no dia máximo e mínimo e no preço de fechamento. A especialidade deste tipo de Pivot Point é que atribui peso igual a todos estes preços. É possível encontrar diversas calculadoras online que fazem o cálculo de forma automática. Abaixo você vê as etapas necessárias para chegar ao seu cálculo:

R1 = P + (P – L) = 2 × P – L

S1 = P – (H – P) = 2 × P – H.

R2 = P + (H – L) S2 = P – (H – L)

R3 = H + 2 × (P – L) = R1 + (H – L)

S3 = L – 2 × (H – P) = S1 – (H – L)

(Onde C = Preço de fechamento, H = Máximo, L = Mínimo)

Suportes e resistências

Para entender como funcionam os Pivot Points, vamos atualizar a definição deste indicador gráfico, pois os dois conceitos são realmente muito próximos. Como já mencionado, Pivot Points são os possíveis pontos de reversão do preço em pregão obtidos a partir de um cálculo sobre os níveis do período anterior. Com suportes e resistências, os movimentos de preços podem ser enquadrados em padrões precisos para obter indicações sobre onde entrar e sair do mercado. O mercado mostra uma forte afinidade com o centro do Pivot Point. Quando o mercado está indo normalmente, os preços ficam entre S1 (suporte) e R1 (resistência). Quando acontece algo que muda a tendência do mercado, então os preços podem se mover de S1 e R1 para S2 e R2, ou ainda mais.

Para calcular os pontos dinâmicos para gráficos de 1, 5, 10 e 15 minutos, você precisa calcular a média de alta, baixa e fechamento do dia anterior, enquanto se deseja calcular os pontos dinâmicos dos gráficos de 30 e 60 minutos, você deve usar os valores da semana anterior para este cálculo.

Suporte

O suporte é uma determinada parte do preço sobre a qual a tendência de queda dos preços tende a parar.

Resistência

Uma resistência é uma certa parcela do preço sobre a qual a tendência de alta dos preços tende a parar. A única diferença entre os Pivot Points e os apoios e resistências é o facto de os primeiros serem calculados com base nos dados de preços do dia anterior e serem válidos no dia de negociação seguinte. Conhecer como funcionam os permite que você desenvolva estratégias para entrar ou sair dos mercados com boas chances de lucro. Os últimos, por outro lado, acompanham movimentos de preços já ocorridos e servem para entender no futuro se os mesmos níveis de preços serão respeitados ou se serão superados por novas condições criadas nos mercados.

Pivot point Camarilla

O conceito principal dos Pontos Pivot da Camarilla é que o preço de um ativo tem uma tendência natural de retornar à média. Um trader pode comprar ou vender opções binárias quando o preço atinge a terceira linha de suporte e o terceiro nível de resistência. As etapas para calcular os Pontos Pivot da Camarilla são as seguintes:

S1 = C – ((H – L) x 1,0833)

S2 = C – ((H – L)) x 1,1666)

S3 = C – ((H – L)) x 1,2500)

R1 = C + ((H – L)) x 1,0833)

R2 = C + ((H – L)) x 1,1666)

R3 = C + ((H – L)) x 1,2500)

(Onde C = Preço de fechamento, H = Máximo, L = Mínimo)

Negociando e utilizando Pivot points

Durante uma fase de negociação de intervalo, os pontos de pivô podem ser usados ​​como níveis de suporte e resistência. Se um preço atinge um nível várias vezes sem rompê-lo, isso significa que o nível está forte. O gráfico de velas se move precisamente dentro do ponto pivô vermelho. Nesse caso, esse ponto atua como um suporte para o preço, que não pode se mover mais para baixo. Uma vez que isso seja conhecido, você pode colocar seu pedido, dependendo se o preço está prestes a tocar um suporte ou uma resistência. Quando o suporte quebra, o mercado parece iniciar uma tendência de baixa, mas esse sinal não é confirmado, de fato ocorre uma explosão de alta. Pivot points são levados em consideração para determinar a direção primária do mercado, identificando os principais níveis de suporte (pivô baixo) e resistência (pivô alto).

O preço novamente excede o ponto de pivô vermelho de baixo para cima e esse rompimento de alta foi tão forte que foi capaz de subir até que também quebrou a resistência subsequente (o ponto de pivô azul). Portanto, eles são uma ferramenta útil para identificar sinais de entrada e saída, bem como pontos sensíveis no gráfico dos quais você pode esperar uma recuperação significativa do preço. É importante ter em mente uma coisa importante ao negociar com Pivot Points, geralmente a sessão de negociação abre na maioria dos casos perto do Pivot Central, embora esta não seja uma regra fixa. Esse nível central é visto como um ponto natural de atração de preços.

As 2 principais estratégias

O que não deve ser subestimado, porém, é a possibilidade de rompimento, já que esses níveis sempre podem estar sujeitos a quebras. Duas estratégias são geralmente adotadas em caso de ruptura:

  1. Estratégia conservadora: consiste mais ou menos em esperar, o que, no entanto, pode sair pela culatra para o trader. O risco é, de fato, não aproveitar a intensidade inicial da tendência e, portanto, atrasar-se. No entanto, a mesma estratégia pode salvar vidas, uma vez que evita que pedidos ruins sejam feitos;
  2. Estratégia agressiva: útil para aproveitar ao máximo a ênfase possível de uma tendência positiva. Em caso de ruptura, também é aconselhável saber quando colocar um stop loss para maximizar os lucros e não entrar em prejuízo. Tomando os preços de alta, baixa e de fechamento dos dias anteriores, o trader consegue ter 7 pontos à sua disposição: 3 níveis de resistência, 3 níveis de suporte e o “ponto de viragem” real. Mas como usar esse patrimônio de informações?

Em termos muito ilustrativos, no caso de o mercado abrir acima do ponto pivô, a indicação que o trader poderá obter será a de um posicionamento comprado, desde que o preço se mantenha acima do ponto pivô. Caso o mercado abra abaixo do ponto pivô, a indicação será para a tomada de posições curtas, desde que a cotação se mantenha abaixo do ponto pivô. Como você sabe, existem quatro tipos diferentes de pontos de pivô, então você precisa usar uma calculadora de pontos de pivô para saber os valores exatos dos níveis de suporte e resistência. Às vezes, o mercado financeiro começa acima ou abaixo do Pivot Point e os níveis de suporte e resistência entram em jogo após esse cruzamento. Como já sabemos ser interessante fazer com todos os indicadores, os sinais do Pivot Point devem ser usados ​​em combinação com outras análises técnicas.

 

By Robert Clifford

More content by Robert Clifford

    Comments (0 comment(s))